quinta-feira, 19 de maio de 2011

Jornalista de Moda - Profissões

Nome: Carla Alessandra Palmieri
Idade: 37 anos




Formação acadêmica:

• Universidade Mogi das Cruzes 1996 - Comunicação Social com especialização em Jornalismo

• Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero 1998 - Pós graduação em Teoria da Comunicação em Marketing

• Fundação Getulio Vargas 2002 – MBA em E-Business

• Universidade Anhembi Morumbi 2008 - Pós Graduação em Jornalismo Moda

Onde / com o que exatamente trabalha: redatora-chefe do site de jornalismo de moda Closet Online. Jornalista de moda que atua como repórter, produtora jornalística e editora de moda, sou também apresentadora do Programa Closet e crítica de moda em veículos de comunicação como revistas, jornais e internet.


Sobre a profissão

O que faz um jornalista de moda? O Jornalista de Moda basicamente acompanha de perto as temporadas de moda e lançamentos, indo além das meras descrições das tendências e estilos. Cerca de 20 anos atrás, o jornalismo de moda se resumia aos editoriais de revistas femininas. Hoje, a imprensa está mais preparada para entender e discutir moda. O jornalista de moda existe porque precisamos de profissionais que tenham conhecimento para abordar a questão e cobrir os eventos de forma mais profunda

Mercado para esta área: Atualmente, existem mais de 150 escolas de moda no país, ou seja, hoje uma pessoa que queira ingressar no jornalismo de moda tem recursos acadêmicos ilimitados, situação que não existia há 15 anos. O jornalista tem que possuir a formação adequada, tem que ler muito, pesquisar bastante. Em minha opinião, tem que se aprofundar para estar mais preparado para entender e discutir moda. O jornalista de moda ainda sofre preconceito dentro das redações, porque infelizmente ainda existem pessoas que acham que assuntos não relacionados à salvação do planeta são sempre supérfluos. Em resumo, para qualquer profissão, em qualquer área, é essencial estudar, obter conhecimento, compartilhar experiências e se aprofundar em pensamentos. Eu observo muito estas qualificações nos profissionais.

Como é o dia a dia da profissão: Basicamente eu “vivo”diariamente dentro da redação do Closet On Line, acompanhando de perto todas as atualizações do site e as notícias que recebo de meus colaboradores. Meu maior desafio é diariamente me convencer que, apesar de todos os obstáculos da profissão, ainda vale a pena se preocupar em realizar um bom atendimento ao seu público. E, também, acompanhar como aquela informação está sendo absorvida pelas pessoas, ou seja, como jornalista eu procuro funcionar como um curador para meus leitores. Além disso, todos os dias eu busco sensibilidade e discernimento suficientes para selecionar informações e desejos que estão no ar.

Você sempre quis entrar nessa área ou foi uma coisa descoberta ao longo dos estudos? Sim, vivo diretamente ligada a moda desde os 14 anos, quando comecei a trabalhar com produção de fotografia e desde então não parei mais........ uni as duas paixões, Moda e Jornalismo.

Qual a melhor e a pior parte do mundo da moda?
Melhor parte? risos...... poder acompanhar o calendário de moda brasileiro pelo país é um grande prazer pessoal..... pior parte não existe quando se ama o que faz.... trabalhar todos os finais de semana é algo que gostaria de evitar futuramente quando possível.... rs

Para você, quais as mulheres que merecem o título de ícones fashion?
Gabrielle Chanel e Anna Wintour

Para quem está entrando na faculdade de moda, qual a sua dica? Estude muito, leia milhares de livros, seja audacioso, contribua desde já com suas opiniões (crie um blog por exemplo), crie sua identidade de escrita desde cedo e faça cursos complementares como história da moda, etc.

Para quem está entrando no mercado de trabalho, qual a sua dica? Para ser um jornalista de moda, você tem que escrever.... não existe outra forma..... e tente pescar esta oportunidade em qualquer veículo que lhe dê esta chance, mesmo que tenha que trabalhar um período sem remuneração.

O profissionalismo e o reconhecimento da moda brasileira vêm atingindo significativas proporções desde os anos 90. O estabelecimento de um calendário de moda no país, a valorização da moda como negócio, a evolução do setor têxtil e a qualidade da matéria-prima nacional têm contribuído para a projeção dos designers brasileiros. O aparecimento de modelos brasileiras em vários cenários da moda mundial, evidentemente, atraíram o olhar do mundo fashion sobre nós. O mercado está aquecido para quem deseja trabalhar neste segmento e o melhor de tudo é saber que o Brasil atual pode competir com vários outros países em termos de qualidade e criação.

8 comentários:

  1. Cria achei mega bacana você pedir para a profissional expicar o que faz!

    As vezes as pessoas acham que produtor/figurinista/editor/jornalista, etc... faz sempre a mesma coisa...

    Adorei!

    Beijos
    Dri
    www.eunaotenhoroupa.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Dri
    que legal que você curtiu (=
    realmente, as pessoas resolvem fazer moda pelo glamour, mas não sabe na verdade o que faz cada profissional, não é? hahaha

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi Cris, eu tbm faço letras na federal aqui em Brasília e faço moda em outra! to aqui perdida com o q fazer depois de me formar pq eu queria juntar os dois cursos, to pesquisando pós em jornalismo de moda, mas n to achando nada, aí em Sampa tem alguma pós conceituada nessa área??

    ResponderExcluir
  4. Oi Thaise
    Que legal!! Fico feliz de ter mais alguém além de mim nesse ramo hahahahahah pois é, tenho pensado em uma pós em jornalismo de moda também... faz assim, vou providenciar um post exclusivo sobre o tema, ok?

    Beijos flor

    ResponderExcluir
  5. Ebaa!! Valeu!! ah, parabéns pelo blog, seus posts são ótimos!!

    ResponderExcluir
  6. Fernanda Beltrame29 de maio de 2011 12:23

    Oi Criis !Adoreii sua materia.Tbm quero muiito ser jornalista de moda mais estou com muiita duvida em que faculdade engressar sabe, se entro em Jornalismo ou em Moda! E essa materia me ajudou bastante a coompreender o dia dia do profissional ! vc está de Parabéns

    ResponderExcluir
  7. Fernanda
    Que bom que gostou flor =D continue acompanhando, logo mais faço uma postagem mais específica em Jornalismo de Moda =D

    ResponderExcluir
  8. Hoje é o último dia de inscrições para o curso de pós-graduação em Gestão e Produção em Jornalismo na PUC-Campinas. O curso tem duração de três semestres e as aulas são aos sábados.
    Acesse os site para mais informações:
    http://www.puc-campinas.edu.br/pos/lato/curso.aspx?id=60

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...